Na semana passada os trabalhadores da Reverendo Martin Luther King procuraram a direção da Regional III para barrar o assédio moral cometido pela direção daquela unidade. Esta equipe de direção vem complicando o regular funcionamento da escola como braço da Secretária Cláudia Costin e da administração Eduardo Paes.

Ao tentar perseguir um professor este reagiu à altura. Não se deixou intimidar, denunciou o assédio da diretora e agora a escola vai sofrer uma sindicância. O motivo da sindicância foi uma tentativa de afastamento do professor em meio ao processo eleitoral o que é vedado por lei federal. Desta forma a ação desta diretora não só desrespeitou a lei, como também impediu os alunos de ter aulas com o este professor em dois dias letivos.

A situação permaneceria a mesma não fosse à resistência do professor contra o autoritarismo e a arbitrariedade cometidos por esta direção. Uma parte dos demais docentes apoiou o colega e fortaleceu sua resistência aos abusos da direção.  O professor voltou as suas atividades docentes nesta escola em uma demostração que é possível enfrentar o assédio moral e os ataques da prefeitura. Uma boa notícia para os alunos e a comunidade escolar.

Por mais que não tenhamos nenhum controle ou confiança na sindicância instaurada pela 2ª CRE este processo pode ser positivo. Com a sindicância a escola terá a oportunidade não só de barrar os ataques de assédio moral, mas também reabrir a discussão sobre o projeto político-pedagógico e de gestão democrática. É possível substituir a atual equipe de direção por colegas que tenham compromisso com a educação e não com o atual prefeito. Eduardo Paes em quatro anos de gestão já demonstrou que prefere ter uma relação privilegiada com as multinacionais, as empreiteiras e os poderosos do que aumentar os investimentos e o desenvolvimento da educação pública.

Cabe a todos nós reunir a comunidade escolar, denunciar as constantes intervenções da administração municipal na escola e preparar uma forte mobilização em defesa da Luther King. Com a luta podemos barrar mais ataques desta prefeitura contra a educação pública municipal no Rio de Janeiro.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s